sábado, março 31, 2007

..:: São só palavras ::..


Só palavras jogadas ao vento...
palavras sem sentido, palavras sentidas.

Palavras que dizem tudo... mas que nada dizem.

Palavras duras, que definem.

Palavras moles, que destroem.


Palavras apenas... jogadas na água.
Palavras e poemas... escorrendo da alma.
Palavras sinceras... com verdades intensas.

Palavras eternas.


Palavras perfeitas, que não são ditas.
Palavras estranhas, tremendas e perdidas.

Palavras escritas na areia.
Palavras riscadas, arrependidas.


Palavras apenas.
Pequenas.
Precisas!


.: É isso :.

..:: SIMPLICIDADE ::..


As coisas simples são sempre as mais complicadas. Estava pensando hoje a respeito da simplicidade, de ser.... de simplesmente existir. Tão simples... mas complicado ao extremo.

O Ser... o estar... o simplesmente existir.

Fico a me perguntar o quanto é difícil SER simplesmente. A gente complica tanto as coisas... sempre tentando, tentando, tentando.... ser algo diferente... melhor. Mas pra que? Por quê?

Seja simplesmente... sem razão, sem sentido... sua essência divina é sempre a mais bela e simples possível. Não tem complicação.... não complique. Viva a vida cada minuto... ela se vai num piscar de olhos.

Olho as pessoas ao meu redor e já não são mais as mesmas. Eu já não sou mais a mesma. Mas tudo bem. Estou em paz e tranquila.

E como diria Bandeira: "Quero a delícia de poder sentir as coisas mais simples".


.:É isso:.

quinta-feira, março 08, 2007

..:: Mulher ::..

... Que os anos passem... e sejam profundos...
... Que as histórias sejam eternas... e o momento infinito...
... Que a linha seja tênue e fina... e mesmo assim nunca arrebente...
... Que sejamos sempre puras... e de coração tranquilo...


Que as palavras não se calem nunca... e as idéias brotem sempre...
Que a vida seja intensa e o momento um eterno ... PRESENTE!!!

Um Brinde aos anos que estão por vir...

.. É isso! ..


..:: O Espelho ::..


Eu no espelho:

atentas, nós duas,
rostos que excedem nossa imagem,
estendemos a mão, espalmamos os dedos nesse pó
de gelo. Sabemos: quando eu mergulhar daqui,
e do seu lado, ela
hão de girar ao sopro da voragem
todos os meus sonhos, e os sonhos dela.

Labirinto de espelhos, reflexos de reflexos,
eu e ela continuamos sós.

..Lia Luft..

quarta-feira, março 07, 2007

..:: Momentos infinitos ::..


Hoje me pego pensando nos momentos. Nos infinitos momentos de cada dia... cada segundo da vida... cada novo segundo, marca a nossa estrada com um único momento.
É tão ruim se sentir impotente, sem poder resolver os problemas dos amigos queridos. Poder participar somente com um carinho, um conforto NÃO basta. Queria tirar a dor do teu peito. Ter na ponta da língua a palavra certa. Aquela que acerta em cheio o alvo. E acima de tudo, resolve a questão...

Peço ao infinito que eu possa ter esse momento... esse infinito momento... de compreensão de tudo e de poder te ajudar no que for preciso...

... fica bem, amiga... tudo vai se resolver!!!

E após a TEMPESTADE.... haverá um lindo arco-íris para compensar a tormenta.


No mistério do sem-fim
equilibra-se um planeta.
E, no planeta, um jardim,
e, no jardim, um canteiro;
no canteiro uma violeta,
e, sobre ela, o dia inteiro,
entre o planeta e o sem-fim,
a asa de uma borboleta


Cecília Meirelles, especialmente para você!


Related Posts with Thumbnails