quarta-feira, maio 30, 2007

.: O frio da cidade :.


Às vezes as imagens falam por si...

Centro de Curitiba - Rua das Flores
Quarta-Feira - dia 30/05
(foto deliberadamente usurpada do Caleidoscópio,
valeu Sandrinha...)



Hoje... com certeza não preciso falar muito... hehehe... e nem consigo. Meus dedos congelaram e está impossível digitar qualquer coisa... hehehe...
Fiquem com esta foto e sintam o friozinho do sul...

Ah! Queria agradecer aos nossos hermanos Argentinos... por mais essa massa polar que nos enviaram de presente!!!!


.:É isso:.

sábado, maio 26, 2007

.: No Fundo um Dia Bom! :.


Fim de tarde de um dos dias mais frios do ano aqui na "terra das araucárias". Estava observando o pôr-do-sol pela janela e um entardecer cinematográfico.

Talvez a imagem não traduza nem a metade da sensação que senti ao observar essa noite fria se aproximando. Mas posso dizer que foi um entardecer muito bonito e extremamente delicado. Desses de deixar a gente com o coração na mão!!!

A noite veio vindo de mansinho, como quem não quer nada. E eu observando-a chegar da janela da minha cozinha onde no horizonte pode-se avistar algumas Araucárias perdidas em meio a telhados (perfeito, não?). Acho que não vi entardecer bonito assim em nenhum outro lugar.
E ela chegou fria (na verdade GELADA!!!), mas trouxe junto uma lua impressionante. Meu quintal está prateado, totalmente iluminado.

Como um brinde a esse dia, de repente observo vindo neste mesmo horizonte um BALÃO. Lindamente iluminado. Totalmente INUSITADO! Sei dos riscos de balões nas cidades e de todos os problemas que eles podem causar, mas afinal... meu lado criança amou ver aquele balão piscando cruzando o céu como num conto de fadas. Abri um sorriso (foi inevitável, desculpem! Não estou defendendo os balões não!) e fui deitar com a certeza que...


... afinal hoje foi um bom dia!!!

.: É isso :.

.: Dia Frio com Sol :.

Como levantar cedo num dia gelado?
Foi esse o meu primeiro pensamento no dia mais frio do ano aqui na "terra do leite quente". Difícil sair da cama em dias assim. Parece que ela tem um imã que te segura. Tava tão acolhedor, tão quentinho. Aquele soninho tão gostoso, o meu cobertor tava PERFEITO. Tá... só mais 5 minutinhos e eu levanto!!!
Despertador do celular GRITOU histérico pela 3ª vez e eu percebi que não adiantava mais ativar o modo SONECA (aliás, amei essa funcionalidade dos celulares para pessoas como eu, que pagam tudo por 5 minutinhos a mais na cama!!!).
Me arrisquei e encarei o dia! Vamo lá!
A primeira visão desse dia gelado foi a geada e a água evaporando no lago do Parque Tingui. Que visão! Estava simplesmente ESPETACULAR!!!
Eu já falei num post anterior o quanto eu amo o sol dos dias frios né? Mas hoje ele estava realmente acolhedor! E necessário, afinal tava de congelar os ossos.

É, acho que esse inverno promete... teremos muito assunto por aqui!!!!

.:É isso:.

sexta-feira, maio 25, 2007

.: Silêncio :.

Silêncio
Tudo está calmo e tranquilo
Silêncio...
Ouça a noite fria e seus tantos encantos
Silêncio
Silencie o discurso interior... faça calar o pensamento
Silêncio
Para ouvir seu Eu Interior
Silêncio
Ele sempre dirá coisas certas e belas
Silêncio
Ou não...

Certo é que muita coisa aprendemos com o simples ato de silenciar!

.:É isso:.

terça-feira, maio 22, 2007

.: Música :.

Algumas músicas dizem tudo, tudo, tudo!!!!
São completas e descrevem o que pensamos e sentimos.
Aqui está um pouco do que estou sentindo no momento... e do que estou ouvindo claro!!!

SEU OLHAR
(Paulinho Moska)

Gosto quando eu olho pra você
Gosto mais quando seu olho vem
Na direção do meu
Na direção do meu
Na direção do meu

Gosto ainda mais quando esquecemos
Onde estamos e olhando em volta escolhemos
A mesma coisa pra olhar
A mesma coisa pra olhar
A mesma coisa pra olhar

Gosto quando olho com você o mundo
E gosto mais do mundo quando posso olhar pra ele com você
Gosto mais do mundo quando posso olhar pra ele com você
Gosto mais do mundo quando posso olhar pra ele com você

Na direção do meu
Na direção do meu
A mesma coisa pra olhar
A mesma coisa pra olhar

Gosto quando olho com você o mundo
E gosto mais do mundo quando posso olhar pra ele com você
Gosto mais do mundo quando posso olhar pra ele com você
Gosto mais do mundo quando posso olhar pra ele com você

Gosto mais do mundo quando posso olhar pra ele...com você


- Simples... não?

.: É isso :.

.: O que você quer realmente? :.

Essa é uma pergunta tão simples, mas que é tão difícil de responder!!!
O que se quer realmente? O que se deseja? O que se pretende?

Questões infinitas, com infinitas respostas... mas que são essenciais responder.

Estava ontem pensando nessas questões e não cheguei ainda a uma resposta definitiva. Não cheguei a nenhuma conclusão. Essas questões são realmente difíceis de se concluir.

O fato é que sem as respostas certas na cabeça a gente continua vagando diante das possibilidades infinitas...

É fácil responder que se quer ser feliz, ter sucesso no trabalho e ser amada. Mas o difícil é se definir a medida dos desejos e projetos. O tamanho deles e o concreto que o sustentará. O que fazer e como fazer.

Estou num dia de Reflexões ou Reflexos de mim mesma!!!! Refletir sobre o que será o amanhã e como será!!!

And you? What do you want? Which are your desires?


.: É isso :.

segunda-feira, maio 21, 2007

.: Vida :.

Hoje comecei a pensar sobre como a Vida é incrível!!!
Outro dia vi num documentário que até os 3 meses de vida somos facilmente confundidos com embriões de porcos, cachorros e elefantes (é verdade!!! Elefantes sim!!!). E eu fiquei pensando na sutileza das coisas, da vida, de toda a beleza de estar vivo!!! Minha cadela teve 8 filhotes na sexta-feira e eu presenciei os últimos três nascerem. Logo que nascem, sem nenhum movimento... pensei... esse está morto... Mas... quando ela começou a comer a placenta (uma visão não muito agradável, ainda bem que o ser humano não precisa realizar a mesma façanha... bem nojento!!!) o filhote deu um longo suspiro e finalmente percebi que agora uma alma habitava aquele pedacinho de matéria. E tão logo respirou pela primeira vez já foi todo serelepe em busca da teta... IMPRESSIONANTE!!!

Hoje, com 4 dias de vida... eles já se desenvolveram um pouquinho e parece que já dobraram de tamanho.... é o milagre presente!!!
Eu estou encantada com a Vida! Com suas infinitas possibilidades. Com todo esse mistério.

Prestar atenção nas pequenas e simples coisas da vida. Às vezes passamos por elas e não notamos. A beleza está presente em tantas coisas, mas temos que abrir os olhos para enxergá-las.

Open your EYES!!!!!

Pra terminar... conheçam a minha netinha... a Fortuna!!!


.:É isso :.

quinta-feira, maio 17, 2007

.: Hã? :.

Hoje vamos falar de... do que mesmo?
Já te aconteceu isso antes? Você tem tudo na cabeça, o texto pronto. Com todos os porquês e todas as vírgulas. Começo, meio e fim. E de repente.... puf... a idéia some. Evapora como que por mágica.

Ontem, antes de dormir, eu tinha organizado uma idéia para um novo post aqui no "Achados" e o mais incrível é que o texto veio inteiro na minha cabeça, com todas as palavras e todas as famosas perguntas e respostas nem tão brilhantes. Mas realmente não tava com saco de anotá-lo (afinal a cama tava quentinha, o edredom já tinha aquecido e a preguiça era ENORME!!!). Sobre as anotações, desde segunda-feira mantenho ao alcance das mãos um bloquinho de anotações, para parar de anotar pensamentos em guardanapos e depois não entender o que eu quis dizer com aquilo (não que o bloquinho vá me fazer entender as pirações que vem na mente e que parecem de repente geniais, mas que quando são relidas... você percebe que nem você entende... hehehe). Então... continuei onde estava, debaixo do cobertor e refiz mentalmente o texto...
Nossa! Esse vai ficar bom. Posso também colocar aquela foto que tem tudo a ver com o texto. Muito bom! Amanhã bem cedo acordo e mãos à obra.

Mas hoje, depois daquela primeira espreguiçada caprichada e de tirar aquela ramelinha insistente... bocejei e me preparei para levantar, tomar minha dose diária de cafeína e estar pronta para o BEM pensado texto. E puf... ele sumiu... não deixou nem um bilhetinho... nem um adeusinho sequer... foi embora da mesma forma que veio. E me deparei com uma tela em branco, e nenhuma idéia pra preencher.

Aiiii... isso sempre acontece. Eu tinha prometido anotar todas as idéias, todos os devaneios, todas os porquês que merecem um questionamento. Mas a teimosia novamente me venceu e eu pensei... um texto tão bom, não vou esquecê-lo dessa vez...

E... adivinhem? Claro que eu esqueci né!!!!

Mas daí, pensei! Isso não vai me abater. Vou falar sobre o problema.
E está aí. Pronto! Falei!

Da próxima vez... eu ANOTO!!! Juro!!!!

.:É isso :.

terça-feira, maio 15, 2007

.: Acessibilidade :.

Eu aprendo sempre muita coisa nas minhas andanças de ônibus pela cidade. Adoro prestar atenção em conversas dentro dos ônibus, não pensem que sou enxerida não mas o fato é que se ouve de tudo num trajeto pela cidade. E a gente aprende também muitas coisas, e ontem não foi diferente.

Qual não foi minha surpresa ao entrar no "busão" esbaforida (pois quase o perdi e tive que correr um tantinho pra conseguir alcançar a tempo) ao me deparar com um cão labrador. Levei um susto, é verdade.

Mas esse cão não era um cão normal, era um "cão-guia" e estava conduzindo o seu dono. Passado o susto inicial fiquei observando a reação das pessoas quando entravam no ônibus e davam de cara com ele, as reações eram as mais diferentes possíveis: alguns nem notavam o bichinho ali deitado aos pés do dono, outras levavam o mesmo susto que eu, mas logo percebiam a situação e bem... seguiam em frente. Outras ficavam claramente com um ponto de interrogação mas não tinham coragem de questionar. Mas teve um senhor, dono absoluto da verdade que logo que viu o cão fechou a cara e com a maior bronca questionou a cobradora sobre o animal dentro do ônibus, mas ele foi um tanto agressivo quando questionou. Enfim... então a cobradora com a maior paciência informou o cidadão que o mesmo estava ali pois era um cão-guia e estava acompanhando seu dono. O homem saiu, não muito satisfeito com a resposta, mas enfim se resignou. E o que mais me impressionou nisso tudo foi que quando chegou o ponto onde cão e dono tinham que descer, o cãozinho se levantou prontamente e puxou seu dono, o cego questionou a cobradora se era o ponto certo e ela informou que sim. Impressionante!!! Como o bichinho sabia exatamente onde descer. Eu havia pensado nessa possibilidade mas a princípio me pareceu mais lógico que o cego informasse a cobradora onde deveria descer e ela o avisasse quando o ponto chegasse, mas não foi assim que aconteceu. O cão fez seu trabalho e sabia que era aquele o ponto certo.
Depois que cão e dono desceram do ônibus, o comentário de todos foi o mesmo... às vezes nos achamos mais inteligentes que os animais. E estávamos todos boquiabertos pela inteligência daquele bicho.

Mas tudo isso me fez pensar sobre a "acessibilidade" das pessoas com algum tipo de deficiência. No caso em questão, se a cobradora não fosse inteligente e se saísse bem da situação poderia ter-se criado um problema com aquele cidadão que resolveu achar ruim o fato do cão estar no ônibus.
Mas em outros casos vemos como andam mal o acesso aos mais diferentes lugares no nosso país. Aqui em Curitiba até que não vamos "tão" mal e os poderes municipais até que cumprem com suas obrigações e com o direito de todo o cidadão de ir e vir: temos calçadas com guia rebaixada, temos sinalização sonora nos semáforos (pelo menos em alguns no centro da cidade), temos uma linha guia no calçadão para os deficientes visuais poderem se locomover com segurança, as estações tubos permitem o acesso de cadeira de rodas, e muitos horários nos ônibus comuns possuem o dispositivos para as cadeiras de rodas também.

Mas a coisa não é assim em todo lugar. Sabemos que as cidades brasileiras ainda não são adequadas e pensadas para o acesso de todos os cidadãos. As nossas calçadas são em sua grande maioria precárias e não possuem a guia rebaixada. Em diversos lugares não tem nem ao menos espaço para a cadeira de rodas poder circular. E chegamos ao ponto de, em alguns lugares públicos, ser impossível o acesso do deficiente.

Outro dia fomos visitar o Parque Nacional do Iguaçu (as famosas Cataratas do Iguaçu), patrimônio da humanidade e notei o fato de que se alguém tiver algum tipo de deficiência não poderá visitar esse ponto turístico pois não terá acesso ao mesmo devido à falta de planejamento. E olha que aquilo tudo é administrado por uma Concessionária que cobra entrada (e bem cara!!!), nem os ônibus que você é obrigado a pagar para chegar até o Parque Nacional contam com o dispositivo para deficientes físicos. Chegando no Parque a coisa piora... e muito! As trilhas são impossíveis para quem tem algum tipo de dificuldade, e não falo somente de deficientes não.... falo também dos idosos, pois é tudo com escadarias e um corrimão de madeira precária e podre (outra preocupação, tive o maior medão que crianças despencassem cachoeira abaixo, pois o corrimão de madeira não nos dá a mínima segurança), sem contar o limo presente em toda a trilha devido a umidade constante lá né?

Você então pode dizer: ai, que exagero... afinal tem o elevador panorâmico para essas pessoas com dificuldade, certo?
Errado!!! Afinal para se chegar ao elevador você terá que transpor uns 10 degraus e correr o risco de não escorregar em meio aquele piso onde você pode olhar a cachoeira lá em baixo. Tive que andar pisando em ovos pra não escorregar e cair, e olha que eu estava de tênis. Eu só pensava naquelas senhoras e senhores idosos que dependem de bengala para se locomover... impossível chegar até o elevador e se deslumbrar com aquela visão impressionante da natureza.

Parece besteira, mas a gente não se dá conta disso. Dessa falta de respeito pelos cidadãos. Ainda mais num ponto turístico pago como esse. Tá certo que querem que se visualize lá embaixo a cachoeira, mas o fato de não ter uma passarela emborrachada para quem tem algum tipo de vertigem ou dificuldade de locomoção é um absurdo. Ouvi uma infinidade de pessoas reclamando desse fato e realmente com medo de escorregar.

E bem porque, não é pedir demais pois é um direito garantido por lei o direito de ir e vir, o acesso aos órgãos públicos ou não. Mas as autoridades andam fazendo pouco caso desse direito. E é mais fácil fecharmos os olhos para o problema do que tomar atitudes para resolvê-los.

Fato é que nossas cidades devem ser melhor planejadas para permitir o acesso de todos os seus cidadãos que, como todos nós ditos normais, pagam impostos e votam.

Precisamos tomar consciência disso e mudar. Fazer melhor.

.:É isso:.

domingo, maio 13, 2007

.: Mãe :.

Bom... hoje é um dia especial. Dia das Mães. E venho falar de uma pessoa muito especial na minha vida, a minha mãe. Essa pequena mas GIGANTE mulher foi na minha vida literalmente tudo. Foi mãe, pai, amiga, irmã... enfim... sempre fomos só nos duas. Tínhamos uma a outra em todas as situações e só podíamos contar com essa parceria.

Falar dessa mulher é simplesmente falar de uma GRANDE MULHER. Uma pessoa forte e determinada mas de uma doçura sem igual. Minha mãe é uma pessoa especial, daquelas que está sempre pronta pra tudo, pra te ouvir, pra te dar um colo, ou pra brigar contigo quando você faz alguma besteira. Ela é o meu espelho e minha grande alegria na vida. Sou uma pessoa abençoada por ter nascido dessa mulher. Que passou por poucas e boas na vida... mas nunca perdeu a alegria de viver.

Quando eu tinha 5 dias de vida somente ela já enfrentou a primeira barra, pois meu pai nos deixou, falecendo subitamente. E daí fomos só nós duas desde então. E ela foi tudo na minha vida. Foi pai e mãe. E me criou sozinha, aguentando todas as barras e superando todas elas com muita força.

E te agradeço muito por tudo isso minha mãe amada. Você conseguiu trazer sempre a alegria pra minha vida. E gostaria de ser metade da mulher que você é. Tomara que um dia eu chegue lá.

TE AMO MUITO... e sempre te amarei!!!


Minha mãezinha... Dona Nilza!!!

Pra terminar este post... só posso me lembrar de uma canção que marcou minha infância e que eu adorava cantar pra você nas festinhas da escola... Lá vai...

Mamãe, mamãe, mamãe
Tu és a razão dos meus dias
Tu és feita de amor e esperança
Ai ai ai mamãe
Eu cresci e o caminho perdi;
Volto a ti e me sinto criança.
Mamãe mamãe mamãe
Eu me lembro chinelo na mão
O avental todo sujo de ovo
Se eu pudesse eu queria outra vez mamãe
Começar tudo, tudo de novo.

.: É isso :.

sexta-feira, maio 11, 2007

.: Alegria, Alegria :.

Alegre-se... o céu está lindo! O sol voltou a brilhar e o frio já chegou! Obaaa!!!

Hoje tava lendo o Garotas e me inspirei a escrever sobre a alegria! Não é plágio não, viu? É inspiração total (mas não espere muito, viu?). Falar sobre estar alegre, ou ser alegre ou ficar alegre... vamos ver...

Acho que sou uma pessoa alegre na maioria das vezes (menos com TPM!!! hehehe).
Esse é um estado que vivencio quase sempre. E acho importante cultivá-lo. Já temos tantas tristezas que se nos ligarmos a elas nossa vida será um oceano de lágrimas (nossa, que poético!). Mas a alegria pode estar nas pequenas situações, ou pequenas coisas. Basta abrirmos os olhos que enxergaremos.

Por exemplo: Outro dia um beija-flor tentou sugar as flores da minha Azaléia (a flor, não o sapato tá?) que estavam na mesa da cozinha... mas com o vidro separando ele realmente não conseguiu, mas eu pude presenciar o momento em que ele avistou as flores e tentou chegar... pena que não conseguiu... deu vontade de colocar a flor lá fora só pra ele poder se deliciar... Simples. Puro... o bater de asas de um beija-flor me alegra.

A gente tem a tendência de só olhar o lado ruim das coisas... eu tento olhar o lado bom!

- O fato de o sol voltar... depois de três dias de temporal e frio. Isso me alegra.
- Meus cachorros deitados na almofada, curtindo um soninho gostoso. Alegria total.
- A rosa vermelha que acabou de desabrochar no jardim e do lado o cactus com sua flor amarela, intrigante e alegre.
- Estar quase terminando "A Revolução dos Bichos" (George Orwell - leia! Vale a pena!), e acreditar que o mundo tem jeito... ou não?
- Encontrar um monte de coisas interessantes pra ler sem ter que sair de casa, só fazendo uma busca no Google. Aliás o Google é uma alegria só.. podemos achar quase tudo lá. Só pro tema em questão temos um total de 15.500.000 citações! Pode? hehe
- Música. Músicas me alegram. Mesmo as tristes (contraditório não?).
- Aquele torpedo de bom dia, que parece que põe tua vida nos eixos novamente e te faz acordar de verdade!!!
- Um bom chocolate quente no inverno! Ai que delícia! Não é pra se alegrar?
- Falar besteira com a amiga no msn e rir e ficar meia hora se despedindo!!! (Aliás, as despedidas costumam ser maiores do que as mensagens em si... hehehe... e dá-lhe emoticons bonitinhos dizendo tchau!)
- Aquele vinho argentino que até comendo pão e manteiga fica especial. (Mas quando você faz o Molho D'Gel fica ainda melhor).
- Escrever também me alegra (às vezes! hehe).

Enfim... poderia enumerar uma infinidade de coisas que me deixam feliz. Felicidade é um estado de espírito que quero cultivar na minha vida! Tentar alegrar a vida dos outros também é muito interessante. Transmitir alegria.

Que tal enumerar as coisas simples que te deixam feliz? Tente. Faça uma lista. Olhe pra ela todos os dias e veja como é simples ser feliz!!!

Não complique! como diria Renato Russo - "O Mundo anda tão complicado!"
Façamos nossa parte.

Eu te convido a tentar! Tente, invente, Faça o teu dia diferente!!! (isso é plágio - hehehe!)

.:É isso:.

quinta-feira, maio 10, 2007

.: Reflexões :.

Com os dedos enrijecidos,
com o coração a turbilhão,
com todos os sentidos em alerta
resolvo escrever.
To sem inspiração. To sem gás.
Certo é poder colocar as palavras assim arrumadinhas,
vomitar um monte de idéias sem sentido.
Arrumar a mente já tão desequilibrada!
Colocar as palavras pra fora da cabeça,
onde não há mais lugar para elas.

Deixar a mente quieta. Difícil.
Preciso limpar tudo o que está sujo para entrar um turbilhão de novas perspectivas.
Puras e simples.
Para que volte a inspiração.


.: É isso :.
Related Posts with Thumbnails