terça-feira, setembro 22, 2009

.Nó.

Tem dias que tenho uma necessidade de expressar coisas, sentimentos.
Mas as palavras não saem. Ficam como um nó na garganta.
Tenho tido muitos dias assim ultimamente, um constante nó na garganta.
Vontade de gritar, de sair um pouco do corpo, de sumir.
Vontade de ficar sozinha, sem ver ninguém.

Tô precisando de um pouco de silêncio, de paz.

É estranho, pois apesar de estar tudo bem à minha volta, as coisas voltando aos seus lugares, tudo se encaminhando, eu não estou.

Acho que ando precisando chorar. Sem pausa, sem tempo, chorar muito, até secarem todas as lágrimas que estão presas. Até ficar sem ar e soluçar. Chorar somente.

Não gosto de me sentir assim tão sensível.

Me falta vontade, me faltam palavras.




.é isso.

domingo, setembro 20, 2009

.e nossa história...

"não estará pelo avesso assim, sem final feliz. Teremos coisas bonitas pra contar.
(...)e até lá, vamos viver. Temos muito ainda por fazer. NÃO OLHE PRA TRÁS, apenas começamos. O mundo começa agora. Apenas começamos."
(Renato Russo)

Tudo na vida passa, e os tempos ruins também.
Embora a vida às vezes pareça não ter graça e perder a cor, tem dias que o sol volta a brilhar e você tem certeza que no fundo é maravilhoso estar vivo.

Acordei hoje com a certeza que tudo está bem e vai melhorar.
A vida me brinda com surpresas todo dia, e até o sol deu o ar da graça aqui na "terra das araucárias".
Dia de colocar a vida nos eixos e ter certezas.

Hoje gostaria de sair sem rumo, andar de mãos dadas, voltar a ser adolescente.

Que belo domingo de sol!

Obrigada. Muito obrigada.

.É isso.

sexta-feira, setembro 18, 2009

.Sobre o Twitter.




Esses últimos dias eu tenho ouvido muita coisa por e em função do Twitter. Brasileiro adora uma novidade e a ferramenta já caiu no gosto popular. Polêmicas à parte o que eu acho é que estão fazendo um carnaval sobre o tema, como fizeram com o orkut antes.

Depois de ler e ouvir diversos pontos de vista sobre o Twitter, resolvi escrever um pouco sobre isso também, já que é o assunto da moda.

Faz um tempinho que eu me cadastrei lá, mas confesso que no começo estava totalmente perdida no microblog (como é chamado). Dizer em 140 caracteres o que você está fazendo ou pensando.?Hum! Não, né? Primeiro por que é meio estranho ficar falando o que você está fazendo o tempo todo. Não consigo usar a ferramenta pra isso. (Tá, eu confesso! Às vezes uso sim. #prontofalei.)

Depois de passado o estranhamento inicial comecei a perceber um ótimo canal de informação. E com o passar do tempo aprendi a usar a mídia a meu favor. Se não for pra ser assim, não vejo razão para estar no twitter.

Use a ferramenta a seu favor ou seja usada por ela. Não tem meio termo nesse caso.

A grande polêmica dos últimos dias é ser ou não seguido. E quanto ao número de seguidores, ser ou não popular no twitter. Pra mim isso é irrelevante. Não me interessa quantas pessoas estão me seguindo, ou seguir a todos só pra ser popular. Ou pior, ficar mendigando aos outros pra me seguirem. Hoje li em um blog sobre a preocupação de seu autor em aumentar o número de seguidores, e como isso afetava sua vida social. Hã??? Como assim? Vida social??? Hein?

Se você quer me seguir, faça-o. Sinal de que de alguma forma eu posso contribuir de algum modo para sua vida. Se deixar de me seguir, paciência. Eu não vou ficar implorando follows pra ninguém.

Acho que o que eu mais ganhei com o Twitter não foram seguidores e sim informação.
Uma mulher ontem falou numa entrevista que achava chatérrimo ficar sabendo o que determinada pessoa tinha feito ou estava fazendo e por causa disso ela saiu do Twitter. Bom, primeiro que ela seguiu pessoas muuuuito sem conteúdo, né? Eu também acharia chato se ficasse toda hora lendo o que as pessoas estão fazendo. E você realmente encontra esse tipo de pessoa pois encontramos de tudo por lá. E será que é legal deixar de usar a ferramenta por isso? Ou quem sabe não seja mais interessante aprender a tirar proveito do que o Twitter pode ter de melhor?

Não vale a pena julgar o livro pela capa, né? Nem sempre a melhor capa contém o melhor conteúdo, ou vice-versa.

Sigo de tudo um pouco no Twitter, e quase todos me permitem receber informação de todo o tipo para os diversos assuntos de meu interesse no momento (fotografia, humor, quadrinhos, jornal, tv, personalidades, mães e filhos, música,etc). E quando vejo que aquela pessoa não está acrescentando em nada, paro de segui-la. Simples assim. Sem neuras, sem crise, sem drama de consciência se vou ou não ser A MAIS popular do twitter por isso.

Como tudo o que anda rolando por aí, temos sim que entender a mídia e usá-la a nosso favor. Toda febre passa, e deixando de ser novidade vamos ter pessoas realmente interessantes para seguirmos.

Hoje consegui links dos mais diversos através do twitter, desde uma tirinha de quadrinhos até a Folha de São Paulo Online. E essa é a grande sacada da ferramenta, estar em contato com todo o tipo de pessoa e de informação.

Esse é o grande barato do Twitter e é pra isso que eu estou lá.

Amanhã é dia de #followfriday no twitter, então prometo que coloco aqui algumas pessoas que ando seguindo que valem a pena. Ok?

Bom, como prometido alguns seguidos interessantes:
@mauriciodesousa
@marcelotas

@Alessandro_M
@MaiteLemos
@lenteaberta
@clarinhag

@FalAzevedo
@millorfernandes
@chico_buarque
@conversapramae

Depois passo outros.

.É isso.

sexta-feira, setembro 11, 2009

Ahhhhhhhhhhh!!

Sabe aqueles dias que você só tem vontade de gritar?
Pois hoje é um deles.

Ahhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhh!!!

Sem ânimo pra nada. Dia de colocar a vida na balança, pesar os sentimentos, se fechar na casca.

Tudo estranho, tumultuado. Tudo perdendo o sentido e a razão.
Hoje não é um bom dia!

Fui.
Related Posts with Thumbnails