quinta-feira, agosto 02, 2007

.: Um rato cozinhando? :.

Pois é... essa foi a primeira coisa que me passou pela cabeça quando vi o trailer do filme "Ratatouille". É estranho imaginar um bicho tão sujo e com uma fama deplorável num ambiente gastronômico. E acredito que esse é o ponto principal do filme. Fazer com que o espectador vença sua aversão ao bicho e até torça por ele no fim das contas.

Eu particularmente amo filmes de animação. Geralmente dou boas risadas com filmes desse gênero... hehehe. Só por esse pequeno detalhe já deu vontade de encarar essa aventura gastronômica de um ratinho na cozinha de um grande restaurante francês. Achei a idéia genial.

Tá certo, Ratatouille não é a melhor animação dos últimos tempos (não consegue bater "Monstros S.A" e muito menos "A Era do Gelo"), mas te leva a um mundo e um universo diferente. Põe em cheque nossos valores e nosso preconceito pelo diferente, pelo novo. Uma coisa interessante do Remy (o rato em questão) é que ele anda em duas patas, pois para cozinhar ele tem que manter as patas da frente limpas. Genial! E ele também não fala com os humanos, como seria normal e até aceitável numa animação. Isso dá uma certa veracidade ao filme. Ele só se comunica com os seus iguais, os ratinhos da colônia.

A idéia central do filme de que qualquer um pode fazer o que quiser é muito positiva.
Olhe a sua volta e veja as possibilidades!
Dê o primeiro passo em direção ao seu sonho! E principalmente, não deixe que os outros te digam que você não é capaz, ou ainda que aquilo não é pra você (já que você é um rato e não pode ser um grande cozinheiro). Balela!!!

Acredite em seu potencial e vá em frente!
Só você pode limitar o seu crescimento, mais ninguém!

Remy, o simpático ratinho cozinheiro!


EU AMEI O FILME!!



.: É isso :.

3 comentários:

MaxReinert disse...

Eu quero ver!!!!!!!!!!!

... mas ainda estou perdido, as voltas com a Unisul e meu trabalho!!!

Uma hora eu consigo!!!

Lucia disse...

Oi Alessandra....
que bom ter vc de volta com os seus "devaneios"....
Nada como voltar de umas férias, cheia de idéias e novidades, e
valeu a dica sobre o filme, estava curiosa para saber se valeria a pena ir ver.
beijos

ps-de uma olhadinha no blog www.sindromedeestocomo.com.br - ela está com uma campanha sobre a amamentação infantil. Derrepente seria legal movimentar alguma coisa neste sentido aqui em ctba.
Ela está sugerindo uma união entre os blogs- vale a pena conferir...

APC disse...

Também adorei o filme.
A mensagem do filme é exatamente a de que ninguém deve ter limites. Podemos ser o que quisermos.
Tem uma frase que gosto muito.
"Se você pensa que pode ou se pensa que não pode, de qualquer forma você está certo. (Henry Ford)

Grande abraço

Related Posts with Thumbnails