segunda-feira, agosto 31, 2009

.I Bienal do Livro de Curitiba.

Um lindo domingo de sol em Curitiba!
Foi assim que amanheceu nesse 30 de agosto por essas terras. Olhando as opções para um dia como esse nada melhor do que prestigiar um evento importantíssimo para os amantes dos livros.

Desde sexta que eu tava com vontade de ver qual era a da I Bienal do Livro de Curitiba, mas não consegui convencer marido a encarar o desafio intelectual. Ontem ele não teve como negar e lá fomos nós com bebê nos braços e cheios de expectativas.

Como todo novo evento sempre encontramos problemas e algumas coisas que não gostamos. Descrevo a seguir um pouco das impressões que tive:

- Achei o local meio contramão pra uma primeira edição do evento. Acredito que os organizadores deveriam ter pensado em algo mais central. Não dá muita coragem de ir até a Unicenp. Apesar disso ontem estava lotado. Então acredito que o curitibano tem mudado sua posição quanto à eventos literários.

- A programação oferecida no site é suuuuper confusa. Você tem que baixar a programação completa e ir procurando os eventos. Poderiam ter dividido tudo por dias, daí era só clicar no dia que você gostaria de participar e ver tudo o que aconteceria nesse dia.

- Pouca divulgação na mídia: encontramos umas poucas matérias na Gazeta do Povo mas acho que o evento merecia mais cuidado e divulgação. Ainda mais com a gama de autores consagrados previstos. Faltou um pouco de cuidado nisso, a meu ver.

- O espaço é bacana, mas falta ainda um pouco de infra-estrutura. Principalmente pra quem vai com criança, que pude perceber ontem ser a grande maioria do público. Precisaria de mais boxes com alimentação também. Tinha uma barraca vendendo pipoca, com uma fila quilométrica que não tivemos coragem de encarar. O evento estava dividido em três áreas, uma delas destinada às editoras, no centro um palco para as palestras com os autores e um café literário e no outro lado um ambiente para entidades como a Secretaria de Educação, de Cultura, Sesi Cultural, entre outros. Claro que o lado das editoras era o mais cheio. Opções de teatro para as crianças, performances no meio do povo e outras atividades eram encontradas na área das editoras. No lado das entidades, eu vi um bate-papo bem animado com uma atriz amiga nossa, a Claudete Pereira Jorge. Na hora que fomos não tinha nenhuma palestra em andamento (pois todas são à noite, e estou ainda triste de não ter visto o Cony no sábado... aff).

- Preços meio salgados para um evento literário. Você encontra boas opções por R$1,00, R$5,00, R$10,00 e R$15,00; mas os mais famosos estão equivalentes em preço com as livrarias e algumas vezes até mais caro. Vemos que os livros "da moda" são os mais procurados como a série Crepúsculo e todos seus títulos que não me recordo no momento. Mas o preço deles não estava nada convidativo. Daí que o evento pecou mais, pois como é a editora vendendo diretamente ao consumidor, o preço devia estar melhor.

- Os livros infantis: encontrava-se muito daquele famoso kit leve 8 + cd por R$8,00 a R$10,00 dependendo da editora. Mas o livrinho é chinfrim, uma brochura com papel inferior numa capa gigantesca. Em alguns boxes encontrei diversos livros bem bacanas para crianças, mas somente para as maiores. Para bebês muito pouca opção. O Chico ganhou seu primeiro livro de mágica: O Manual do Aprendiz de Mago, uma edição super linda de capa dura, com desenhos bacanas e por um preço maravilhoso R$10,00. Valeu cada centavo! Mas vou esperar até ele crescer um pouco e entender para poder dar o livro a ele.

- Eu gostei de vários, mas acabei saindo de lá com um livro de atividades para fazer com o bebê (é, mais uma vez a mãe ganhou da mulher... hahaha), apesar de achar o preço bem salgado eu encarei, pois tinha muita coisa bacana pra fazer com o pequeno.

No fim das contas valeu o passeio e o contato com esse universo que eu amo, mas acho que ainda estamos longe de ter um evento de sucesso nessa área. Apesar do público ter comparecido e prestigiado, acredito que podemos melhorar nas próximas edições! Acho que Curitiba tem tudo para fazer um evento literário desse nível e público para isso já vimos que a cidade tem.

Ainda vou lá conferir a Oficina de Crônicas na quarta-feira e depois venho contar minhas impressões.

.É isso.

3 comentários:

Anônimo disse...

Alessandra, acho válido seus comentários, afinal um evento é feito de crítcas e sugestões.

Apesar de quase apoio nenhum, a Bienal aconteceu e é um sucesso. Muitas coisas serão melhoradas para a próxiam edição. Mas não há como comparar com SP, RJ e POA, que têm eventos que se restringem a balcões de negócios háséculos, com a primeira edição de Curitiba.

vejo que suaparticipação se restringiu à feira, que não é a essência do evento.

Temos uma Bienal multicultural que discute cultura, educação e meio ambiente e que trouxe nomes representativos para promover o debate, não apenas uma feira para vender livros. Isso se faz em qualquer esquina.

Porém, acredito que vc não deva ter visto jornais e tevês nos últimos dias. A Bienal foi capa da Gazeta durante a semana passada, saiu todos os dias no Caderno G e nos demais jornais do PR e emplacou nos principais jornais de todas as emissoras de TV e rádio. Foi muito bem divulgado e foi por isso que teve tanto público.

Não se pode achar que a primeira será perfeita, mas se todo mundo pensar de forma negativa e pessimista, Curitiba vai contiunuar na mesmice literária.

Alessandra Pilar disse...

Bom, primeiro muito bem vindo ao meu espaço, sr(sra) Anônimo(a).

Gostaria de informar que não estou somente criticando o evento não, nem tampouco comparando com nenhum outro do tipo. Acho totalmente válido e importantíssimo para a cidade de Curitiba.
E também não é uma visão pessimista, viu Anônimo?

Não, minha participação não se restringiu à feira, pois ainda pretendo participar da Oficina e de palestras e cafés literários. Infelizmente devido ao horário das principais palestras e debates não vou poder participar tão ativamente e prestigiar o bate-papo com autores que eu amo(pois tenho um filho pequeno).
Claro que não devemos esperar que tudo seja perfeito, mas aceitar as críticas e sugestões de quem participou é uma das formas de melhorar para as próximas e aprender com os erros, não acha?

Sobre a divulgação, continuo achando que foi falha. E ouvi de pessoas que estavam trabalhando lá que o maior público foi ontem. Então, acho que agora talvez o evento esteja sendo divulgado um pouco melhor. A programação descrita no site é confusa, poderia ser melhor. Se estivesse dividida por dias seria mais fácil para acharmos o evento que procuramos.

Mas, ao contrário de vc que não assinou seu comentário, eu to dando a cara à tapa no meu blog pessoal sobre o assunto. E como disse no post é a MINHA VISÃO do evento.

;)

LLG disse...

Olá, Alessandra.

Uma sugestão... acesse io link e veja toda a divulgação.

http://www.bienaldolivrocuritiba.com.br/?system=publicacoes&cid=9

bye

Related Posts with Thumbnails