terça-feira, novembro 29, 2011

Vida, dá um tempo.



Então tá, Vida.
Se você quer me atropelar faça o serviço de uma vez. Essa história de ir fazendo aos pouquinhos não tá dando certo.
Mal eu consigo cicatrizar um pouco e daí vem você de novo com outra lambada?
Não tá dando certo isso, não.
E não me venha com essa de que é preciso ser assim, que só assim eu cresço e aprendo porque eu não caio mais nessa sua conversa mole. Tô escolada com tuas desculpas esfarrapadas e com sua estratégia furada de me destruir.
Já passei por tanta coisa, como você bem sabe, que o baque agora tem que ser bem mais intenso.

Mas mesmo assim, não tá dando não.
E vou te pedir uma coisa - Vida -  me dá uma folga pra respirar tranquila um pouco?

Serei eternamente grata enquanto eu viver.




3 comentários:

Vampira Dea disse...

É verdade... as vezes penso que o divertimento da vida é nos dar lambadas, mas tudo passa e respiramos, sempre. Beijos

Leonard M. Capibaribe disse...

Você é minha cutucadora favorita e suas palavras são como um abraço em dia de frio... Vc não quer largar! Muito bom!

Alessandra Pilar disse...

Dea, espero que tudo passe mesmo. Já estou um pouco cansada disso.
Obrigada pelo comentário,
bjão

Leo,
Vc é meu cutucador preferido tb!!!!
Sempre querido e atencioso. Obrigada pelas belas palavras.
Bjão

Related Posts with Thumbnails