domingo, fevereiro 05, 2012

Saudades do que não vivi


Hoje eu acordei com saudades.
Saudades do que não vivi,
Do que poderia ser e nunca foi.
Saudades de pessoas que passaram em minha vida e se foram.
Saudades de quando a vida era mais simples e fácil.
Saudades de estar apaixonada e com o coração aos pulos.

Sinto saudades de coisas que eu poderia viver.
E uma tristeza por saber que mesmo tendo certeza que seria no mínimo fantástico, não vai acontecer.
A gente sente quando algo é especial. Mas infelizmente às vezes a vida deve seguir por outro rumo e você sabe que é assim que tem que ser. Você sente o quanto seria especial, mas ainda não está na hora de arriscar viver algo mais tranquilo, infelizmente.

No fundo dá uma saudade de pensar no que seria, no que poderia ser se fosse possível.

Eu acordei assim, meio manteiga derretida, meio coração, meio menina.
Faz tempo que me escondo atrás dessa casca de força de quem sabe tudo, mas no fundo eu sou isso... pura casca.
Gostaria de poder ser mais do que um ombro num momento difícil.
Mas entendo que nem sempre é do jeito que gostaríamos.

Eu sigo assim, com saudades de tantas coisas que não consigo numerar e que provavelmente jamais vou viver.
Quem pode explicar o que a vida nos reserva, não é mesmo?
Nesse momento só consigo sentir saudades.

Essa sou eu tentando justificar as coisas da vida em palavras.



"Enquanto repetia consigo mesmo essa fórmula, experimentava o sentimento radiante de ter mais uma vez se apoderado de um fragmento do mundo; de ter cortado com um bisturi imaginário uma estreita tira de tecido na tela infinita do universo." - Milan Kundera - A insustentável leveza do ser.

4 comentários:

Flávia disse...

Também tenho pensado demais no futuro-do-pretérito. Deve ser alguma coisa atávica no DNA do ser humano, isso de elucubrar tão constantemente sobre o "se". Talvez porque sejamos ávidos demais por essa coisa de viver. Queremos tudo, de tudo. Abrir mão do que poderia ter sido sem saber como teria sido é como deixar um pedaço nosso pra trás.

Beijo

Alessandra Pilar disse...

Verdade Flá.
Sinto que é um pouco deixar de tentar, de arriscar. Mas a gente não pode dizer o que os outros devem fazer, né?
As pessoas precisam fazer as coisas em seu próprio tempo. Infelizmente pode ser tarde demais quando esse tempo chegar. É a vida, paciência.

bjão

J.r. disse...

Digitei no google "saudades de estar apaixonado" e o primeiro link me trouxe aqui.
"Saudades de estar apaixonada e com o coração aos pulos."
Sinto isso o tempo todo.Mas acho que não vai acontecer mais...

Anônimo disse...

Sei la, as vezes tenho essa sensação de ter saudade de tudo o que eu não vivi das oportunidades do "se" fosse desse jeito poderia ser diferente, infelizmente não sei se essa saudade faz parte de min ou simplesmente algo que eu poderia ter mudado.. Não sei, apenas sinto que as coisas para min, não fazem sentido, sou novo mas parece que sinto falta de tanta coisa que eu não vivi, que sei la me sinto imcompleto..

Related Posts with Thumbnails