domingo, junho 06, 2010

Pra vc guardei o amor

Há 13 anos atrás nos reencontramos, passados 6 meses em que nos vimos pela primeira vez.
Nos reencontramos numa fria manhã ensolarada, exatamente igual a essa de hoje.
Numa peça de teatro, não poderia ser diferente.
Há 13 anos atrás nossas vidas se cruzaram por algum motivo.
Há 13 anos atrás você sem razão se atrasou para levar sua filha à creche. E para sua surpresa havia teatro na praça, no lugar mais improvável do mundo.
Há 13 anos atrás o destino nos colocou frente a frente, não sabíamos bem como ou por que.
Hoje eu sei, vendo nos olhos de nosso filho a força desse amor.
Nem sempre foi fácil, nem sempre foi bom. Houve de tudo nesse período. Houve muito drama, como não haveria de ter, né?
Mas houve amor, houve alegria, houve muita cumplicidade também.
Passamos por grandes perdas, sobrevivemos a elas pois estamos juntos e somos um.
Há 13 anos atrás eu te encontrei e te encontro nesse tempo dia a dia. Todos os dias.
Somos tão diferentes, mas isso nos faz tentar ser melhor para completar o outro. Temos inúmeros defeitos que às vezes magoam o outro. Deus como temos defeito!
Mas temos muito mais virtudes e no fim das contas acho que fazemos bem um ao outro.
Você me faz bem. Você me dá força e certeza pra continuar. Mesmo quando parece que não vai dar certo.
Obrigada por existir há 13 anos na minha vida, obrigada por deixar a minha história mais colorida e mais alegre. Obrigada por fazer parte do meu destino. Obrigada por nosso filho lindo.
"Pra você guardei o amor que nunca soube dar".

Pra você guardei o meu amor.
Te amo hoje e para sempre.
Feliz aniversário.
tua xgotinha.


Pra Você Guardei o Amor
Nando Reis


Pra você guardei o amor
Que nunca soube dar
O amor que tive e vi sem me deixar
Sentir sem conseguir provar
Sem entregar
E repartir

Pra você guardei o amor
Que sempre quis mostrar
O amor que vive em mim vem visitar
Sorrir, vem colorir solar
Vem esquentar
E permitir

Quem acolher o que ele tem e traz
Quem entender o que ele diz
No giz do gesto o jeito pronto
Do piscar dos cílios
Que o convite do silêncio
Exibe em cada olhar

Guardei
Sem ter porque
Nem por razão
Ou coisa outra qualquer
Além de não saber como fazer
Pra ter um jeito meu de me mostrar

Achei
Vendo em você
E explicação
Nenhuma isso requer
Se o coração bater forte e arder
No fogo o gelo vai queimar

Pra você guardei o amor
Que aprendi vendo meus pais
O amor que tive e recebi
E hoje posso dar livre e feliz
Céu cheiro e ar na cor que arco-íris
Risca ao levitar

Vou nascer de novo
Lápis, edifício, tevere, ponte
Desenhar no seu quadril
Meus lábios beijam signos feito sinos
Trilho a infância, terço o berço
Do seu lar

Guardei
Sem ter porque
Nem por razão
Ou coisa outra qualquer
Além de não saber como fazer
Pra ter um jeito meu de me mostrar

Achei
Vendo em você
E explicação
Nenhuma isso requer
Se o coração bater forte e arder
No fogo o gelo vai queimar

Pra você guardei o amor
Que nunca soube dar
O amor que tive e vi sem me deixar
Sentir sem conseguir provar
Sem entregar
E repartir

Quem acolher o que ele tem e traz
Quem entender o que ele diz
No giz do gesto o jeito pronto
Do piscar dos cílios
Que o convite do silêncio
Exibe em cada olhar

Guardei
Sem ter porque
Nem por razão
Ou coisa outra qualquer
Além de não saber como fazer
Pra ter um jeito meu de me mostrar

Achei
Vendo em você
E explicação
Nenhuma isso requer
Se o coração bater forte e arder
No fogo o gelo vai queimar

3 comentários:

Jose Ramon Santana Vazquez disse...

...traigo
sangre
de
la
tarde
herida
en
la
mano
y
una
vela
de
mi
corazón
para
invitarte
y
darte
este
alma
que
viene
para
compartir
contigo
tu
bello
blog
con
un
ramillete
de
oro
y
claveles
dentro...


desde mis
HORAS ROTAS
Y AULA DE PAZ


TE SIGO TU BLOG




CON saludos de la luna al
reflejarse en el mar de la
poesía...


AFECTUOSAMENTE
ALESSANDRA PILAR

ESPERO SEAN DE VUESTRO AGRADO EL POST POETIZADO DE BLADE RUNNER, CHOCOLATE, EL NAZARENO- LOVE STORY,- Y- CABALLO,

José
ramón...

Gelson disse...

Não sei como tive éssa sorte de ter te encontrado naquela peça de teatro e de a noite te namorar e olhar nesses olhos que hei de olhar até o fim de meus dias e sentir o frio gostoso na barriga e a vertigem de ser teu pra sempre!!!!
Obrigado

Gelson disse...

És meu ar!

Related Posts with Thumbnails