quarta-feira, junho 09, 2010

Saudade grande que aperta o peito.



"Desde o dia em que eu perdi minha mãe
Eu me perdi de mim também
Perdi no mundo o que era o mundo meu
- minha mãe

E eu não sei o que sou sem ela
Só sei que ela me deixou
Por que ela me deixou?
Por que ela me deixou?
Ela me deixou

Nesse dia, o dia em que eu perdi minha mãe
Eu me dei conta que eu estava só por minha conta".


Não tenho muitas palavras pra explicar o que sinto no dia de hoje. 
Só sei que sinto um vazio gigante dentro do peito. 
Vontade de deitar no teu colo, de te dar um abraço, te beijar.
Vontade de ter você por perto, mãe.

Feliz aniversário. Te amo pra sempre. 

Sinto demais a tua falta!


4 comentários:

Fernanda Zanol. disse...

Essa é a pior dor que existe, a dor de perder alguém que a gente ama. Mas pode ter certeza que ela continua cuidando de você, onde quer que ela esteja. ;D

bjaoO ;*

APC disse...

Não entendi se o texto era apenas baseado na música, ou se de fato perdeu sua mãe.
Até hoje o parente mais que perdi (fisicamente) foi meu tio. Na época, conversei muito com minha terapeuta sobre a morte e vislumbrei que o maior problema disso tudo é evitarmos falar sobre o assunto.
Se é a única certeza que temos na vida, então porque sofremos tanto quando perdemos alguém?
É claro que sofremos não apenas porque não falamos a respeito, sei que existem milhares de sentimentos envolvidos nisso, mas realmente acredito que ajuda muito no processo da perda é falar tudo que sentimos... Não devemos deixar nada guardado.

É estranho porque se vamos comentar com alguém antes de alguém de fato morrer, a pessoa fala que é melhor não falar nisso porque pode atrair...
Se quisermos conversar depois que algo acontecer, as pessoas ficam preocupadas se vamos sofrer, chorar, e acabam sugerindo que é melhor não falarmos nisso também.. O melhor mesmo é mudar de assunto... E de preferência não pensar mais nisso...rs
E com isso, vamos vivendo... Sabe lá Deus como e aguardando o único processo certo na vida de todos nós, que é a morte.

Se realmente perdeu sua mãe, seu amor maior, seu guia, seu rumo, eu lamento profundamente. Eu perdi a minha a uns 3 anos. Mas não fisicamente como você, apenas em meu coração.

Grande abraço.

Alessandra Pilar disse...

Olá Fernanda, obrigada pelo comentário. E eu tenho certeza que ela agora virou meu anjo da guarda e está olhando por mim, onde quer que esteja. Obrigada pelo carinho.
bjos

Alessandra Pilar disse...

Olá APC,
Obrigada pelo comentário. E sim, eu perdi minha mãe há 7 meses. E realmente é uma dor que parece aumentar a cada dia. Estou me redescobrindo todos os dias desde então, mas éramos muito ligadas e isso complica mais as coisas.
Sei que um dia vai ficar só a saudade, por enquanto ainda sangra e eu sinto falta de sua presença constante em minha vida. Obrigada pelo carinho e pelo comentário.

Related Posts with Thumbnails