quinta-feira, abril 21, 2011

Por favor, uma emoção pequena, qualquer coisa...


Sabe aquele frio na barriga? Pois é, tá aqui ainda.
Umas vontades, algumas descobertas, o medo de perder as coisas boas, mas a sensação de que você não tem nada a perder mesmo e só a ganhar dando o pulo do gato.
Ou seja, tudo dentro da normalidade para as complicações femininas!
Eu estou tentando viver um dia de cada vez mas isso não é natural pra mim. Sempre fui de entrar de cabeça nas coisas, seja no trabalho, nas relações, no dia a dia e, claro, na vida. Mas também sei que isso não é bom, resolvo agora ter cautela e viver calmamente as situações no momento de cada uma delas.
Sem expectativas. Se é que isso é possível.


Fico olhando o mundo através da tela do computador. Vivendo vidas alheias e emoções que não são minhas. Os dias vão passando, passando e eu sei que preciso tomar uma atitude. Mas qual?
Quando isso me acontece escrevo para ver se esses pensamentos confusos e embaralhados tomam alguma forma e pra ver se de alguma forma consigo organizar as ideias.
Por enquanto tudo continua como antes ou seja muito igual e parado.

Movimento é a palavra da vez. Preciso disso.
De gás, de emoção, de vida.
Vai encarar? Então faça, urgentemente. Ou poderá ser tarde demais.

Li isso num livro outro dia e achei que cabe para o momento:

"A gente quer tanto ser substantivo que perde os adjetivos". Tião Rocha

E Tião completa: "Na sintaxe das relações pessoais, as frases precisam de preposições adequadas, conjunções encaixadas com zelo, verbos bem conjugados, adjetivos precisos."

Pode ter coisa mais verdadeira de se dizer?
Essa sou eu tentando entender as coisas que me acontecem...
Né?

"Socorro alguém me dê um coração, que esse já não bate nem apanha.
Por favor, uma emoção pequena, qualquer coisa.
Qualquer coisa que se sinta, tem tanto sentimentos deve ter algum que sirva."

Apreciem sem moderação...



É isso.

2 comentários:

Leonard M. Capibaribe disse...

Acho seus posts a melhor expressão de uma pequena emoção. Sempre que leio, levo um pedaço dele comigo. Muito bom!

Alessandra Pilar disse...

Que bacana teu comentário, Leonard! Fico feliz que minhas palavras e minhas descobertas sigam junto com quem passa por aqui. Escrevo pra tentar encontrar o sentido de tudo. É bom saber que não estou falando sozinha... hehe.
bjos

Related Posts with Thumbnails